In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player

Powered by RS Web Solutions

Elegemos o mês de Janeiro como o MÊS ESPECIAL DA QUALIDADE, devido às férias de fim de ano: Retomada no ritmo de trabalho

Não haveria mês mais adequado a não ser Janeiro, para o estímulo à retomada do ritmo de trabalho devido às férias de fim ano, em que causam em alguns Colaboradores um certo atraso para reiniciar suas atividades, e o eventual "esquecimento" em alguns processos.

Ministrado pelo Sr. Luís Carlos Miranda – Gerente da Qualidade/M&P - Budai, o evento MÊS ESPECIAL DA QUALIDADE ocorreu na sede das empresas Nyaço e Nylog do grupo Budai, evento este voltado exclusivamente aos Colaboradores com o objetivo de enraizar a Melhoria Contínua, e trazer os temas que possam fortalecer a cultura da Qua-lidade no grupo.

Durante o evento, foram realizados treinamentos com o intuito de maior entendimento e absorção dos temas: Falhas Humanas, Análise dos conceitos dos 4S + S, Aplicação das Ferramentas da Qualidade entre outros.

Na abordagem ao tema "Falhas Humanas", o objetivo principal foi analisar as causas destas falhas, uma vez que proporcionam um grande número de perdas, a falha humana se constitui numa das maiores preocupações no gerenciamento de qualquer área de trabalho. Principalmente quando há sistemas de alta complexidade e alto risco em plantas de produção contínua.

Errar é humano e isso ninguém pode negar, mas há erros e erros, e...

 

"...Um dos maiores erros do ser humano é

ignorar a resistência e capacidade de nosso Cérebro"

 

Foram atacados os pontos mais importantes, tais como: o que pode levar ao erro, causas das falhas humanas, principais situações de erros, entre outros. Para todas as causas, foram atribuídas contramedidas para eliminação das situações que facilitam a ocorrência de falhas humanas no local de trabalho.

4 S + S? O que é?

O 4S + S é uma ferramenta de trabalho que permite desenvolver um planejamento sistemático de classificação, ordem e limpeza, permitindo assim de imediato maior produtividade, segurança, clima organizacional, motivação dos funcionários e conseqüente melhoria da competitividade organizacional.

Os propósitos da metodologia 4S + S, são de melhorar a eficiência através da destinação adequada de materiais, organização, limpeza e identificação de materiais e espaços, manutenção e melhoria do próprio 4S + S.

Seu significado:

1- "SEIRI" (descarte) – Separar o necessário do desnecessário;

2 - "SEITON" (arrumação) – Colocar cada coisa em seu devido lugar;

3 - "SEISOU" (limpeza) – limpar e cuidar do ambiente de trabalho;

4 - "SEIKETSU" (saúde) – tornar saudável o ambiente de trabalho;

+S - "SHITSUKE" (disciplina) – rotinizar e padronizar a aplicação dos "S’s" anteriores.

Esta ferramenta, vem cada vez mais sendo vista como uma necessidade básica em todas as rotinas de trabalho, pois é considerada a base de todas as atividades dentro de uma empresa. Esta importância crescente deve-se ao fato do "4S+S" estar diretamente relacionado com a segurança pessoal e patrimonial.

O objetivo deste tema, é alcançarmos o conceito "EXCELENTE" de cada área da empresa, isto é, atingirmos um estágio onde a empresa encontra-se totalmente organizada, limpa, arrumada e segura.

O intuito da explicação das ferramentas da Qualidade, é trazer aos Colaboradores o conhecimento necessário para o desenvolvimento das ferramentas e na identificação e resolução de possíveis problemas na organização. Estas ferramentas, são técnicas utilizadas para definir, mensurar, analisar e propor soluções para os proble-mas que interferem no bom de-sempenho nos processos de tra-balho.

Existem vários tipos de ferramentas a serem utilizadas no desenvolvimento de um processo, mas foram destacadas as sete ferramentas principais: 1. Diagrama de Ishikawa (espinha de peixe), que é utilizado para mostrar de maneira objetiva, os fatores de um determinado assunto e apontar suas ca-racterísticas. 2. Histograma, é um gráfico de barras que utiliza os dados de ocorrências de um determinado fator. 3. Gráfico de Pareto, é caracterizado por identificar o item problemático ou mais importante. 4. Folha de Verificação, é uma folha de croquis ou em blocos de números previamente tabulados e pré-impressos onde podemos assinalar diretamente os dados encontrados. 5. Gráfico de Dispersão, é o tipo de gráfico onde procuramos estabelecer a correlação entre dois fatores, ou seja, se existe dependência entre eles. 6. Estratificação, é uma gráfico, croqui ou tabela que indique a origem de um determinado fator. 7. Carta de Controle, são gráficos que contém o número de ocorrências por período.

Após estas explicações, foram esclarecidas dúvidas e distribuídos Certificados de cada dia de Treinamento do Mês Especial da Qualidade aos Colaboradores da Nyaço e Nylog.